A vida é tão desprevenida e exata que… um dia começa

A vida é tão desprevenida e exata que… um dia começa

Por: Marcus Vinicius Pinto – Terra

Em tempos em que é mais fácil marcar data e hora da cesariana, para que seu filho nasça em uma hora planejada, estamos vivendo em casa justamente o oposto. Como já tivemos a primeira por parto normal, vamos para o segundo filho da mesma forma.

E mesmo tendo passado tão pouco tempo de já ter vivido isso (dois anos e oito meses), estou com um frio na barriga constante desde ontem. É uma sensação inexplicável. Explico.

Minha mulher tem um problema chamado Incompetência Istmo Cervical (IIC), que é a incapacidade do colo do útero de segurar a gravidez até o fim.

Por conta disso, perdemos os dois primeiros bebês. Para a terceira gestação, ela fez uma cerclagem, que é costura do colo do útero, lá no início da gravidez. Essa técnica existe há mais de 60 anos e garante, de certa forma, tranquilidade na gestação até que ela chegue a 37 semanas, quando o bebê é considerado pronto. Aí, o ponto é tirado e espera-se o bebê nascer. Quando ele quiser. Quando a bolsa estourar.

Pois ontem foi dia de tirar o ponto. Com 38 semanas.

Quando ele vai nascer? Não sabemos. Pode ser daqui a cinco minutos, pode ser daqui a dez, vinte dias. Quem vai saber? E essa é uma sensação maravilhosa, incrível, que recomendo a todo mundo. As malas estão prontas, os enfeites de maternidade também, a câmera de fotos com bateria carregada. Mas quando todo esse processo vai se desencadear até o nascimento? É o grande mistério.

Mistério da vida, de fé e de acreditar que nada disso é por acaso. Como vai ser a carinha dele, as primeiras reações, o encontro com a irmã, a ida para casa, as noites insones. É algo que o parto normal te proporciona e que muita gente tem deixado de viver por medo. Medo de algo natural, em troca do comodidade (claro que há casos em que a cesárea é necessária, atenção).

Cazuza escreveu que “a vida é tão desprevenida e exata, que um dia acaba”. Eu reescreveria. A vida é tão desprevenida e exata que um dia começa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *